Fantástico equipa, sem dúvida que estão a dar o vosso melhor!
Vamos então complicar…Durante a vossa visita irão ter oportunidade de perceber um pouco melhor como funciona um tear!

Fundamental para um funcionamento do tear é o Debuxo, ou seja, a representação gráfica do cruzamento ortogonal dos fios da teia com os fios da trama, que compõem um tecido.
Para entender aprofundadamente os diferentes cruzamentos dos fios deve-se representá-los em papel quadriculado, além do que é necessário traduzir esses cruzamentos de modo a que o mecanismo do tear os possa ler e produzir.
O espaço entre dois traços verticais corresponde a um fio de teia e o espaço entre dois traços horizontais corresponde a uma passagem (fio de trama).
Na representação gráfica de um tecido, cada quadrado corresponde à intersecção de um fio com uma passagem: Quadrado preenchido – representa que o fio de teia passa por cima do fio de trama, e é denominado de “pica”; Quadrado sem preenchimento – representa que o fio de trama passa por cima do fio de teia, e é denominado de “deixa” ou “larga”.

Apresento-vos um exemplo de um tecido, que espero sinceramente que consigam representar o seu debuxo…